Duncan Jones: Roteiro de Rogue Trooper é “Guardiões da Galáxia com The Raid”

Rogue Trooper

No ano passado, Duncan Jones, diretor de Warcraft e de excelentes filmes de ficção como Lunar e Contra o Tempo, anunciou que o seu próximo projeto será um filme do Rogue Trooper, uma das figurinhas mais populares da 2000 AD.

Se você não conhece o soldado azul renegado em busca de vingança, nós temos um post bem completinho sobre a história desse interessante personagem.

Depois do anúncio inicial, não houve mais notícias significativas sobre o projeto. Porém, na semana passada, o próprio Duncan Jones publicou um tuíte (em que ele mesmo se parabeniza) pelo desenvolvimento do roteiro do projeto.

“Um tuíte com um pouco de auto bajulação, mas… Eu estou desenvolvendo o roteiro de Rogue Trooper e eu estou adorando pra C$%@#! Ação, diversão, terror… Algo como se Guardiões da Galáxia e Operação Invasão tivessem um bebê.”

Guardiões da Galáxia é um filme que dispensa apresentações, todo mundo conhece a grande obra que deixou James Gunn entre os principais diretores de filmes baseados em personagens de quadrinhos. O tom do filme, como a maioria das pessoas lembram, é bem mais leve e “engraçadalho” até mesmo para o padrão Marvel. Rogue Trooper, assim como muitos outros quadrinhos da 2000 AD, também não se leva muito a sério e (com determinada moderação) o tom mais pastelão pode se encaixar na trama.

O outro filme citado é Operação Invasão (The Raid), um filme da Indonésia que é mais do que recomendado para quem gosta de filmes de luta. Porém, o mais curioso é que o filme foi uma das principais inspirações para o excelente Dredd, O Juiz do Apocalipse, de 2012, que é um dos filmes mais queridos pelos fãs da editora britânica.

Veja também  Rogue Trooper - Ilustres Desconhecidos da Ficção Científica

Essa já é uma parte bem mais curiosa do tuíte, considerando que o Operação Invasão é um filme fechado e que se passa dentro de um único cenário. Quando pensamos em Rogue Trooper, a primeira coisa que vem na nossa mente é a imensidão da Nu-Earth.

Enfim, o “comunicado” não passa de um tuíte muito pequeno para se tirar conclusões. Portanto, o jeito é esperar. Mas se o script estiver próximo da mesma qualidade que os filmes citados, é possível começar a se animar com a ideia!