Star Wars: Era da República – Darth Maul tem visão surpreedente [Spoilers]

Atenção. Esse artigo contém spoilers dos quadrinhos do Star Wars lançados pela Marvel e spoilers da série Star Wars: Rebels.

Malachor V, ou apenas Malachor, é um planeta bastante importante tanto no universo canônico quanto no universo Legends de Star Wars. Como quase tudo no universo expandido, o antigo Legends explorou muito mais desse planeta e a sua forte ligação com os Sith e com as Guerras Mandalorianas.

O planeta é uma grande área deserta, destruída pela guerra. Foi nele que, na era da Antiga República, a Ordem Jedi atacou um templo Sith, deixando para trás nada além de destruição e ruínas. Um evento conhecido como A Destruição de Malachor.

Agora o planeta está voltando a ficar importante no Universo Expandido. Em alguns quadrinhos publicados pela Marvel, foi revelado que Darth Sidious levou Darth Maul para o planeta durante o seu treinamento. Lá, o acólito Sith (o equivalente a Padawan) teve visões sobre os “Crimes dos Jedi”.

Agora, no Star Wars: Era da República – Darth Maul nº 1, os dois Sith voltam para Malachor, mas dessa vez a visão de Maul é bem mais surpreendente.

Depois que Maul faz um movimento arriscado matando um usuário do lado da luz da força, ação que tem o potencial de atrair a atenção dos Jedi, Sidious diz a seu aprendiz que seu treinamento está longe de estar completo. Ao chegar em Malachor, eles pousam perto do antigo Templo Sith e Sidious explica a Maul que “as cinzas de seus irmãos caídos têm mais de uma lição”. Enquanto isso, Maul relembra a visão que ele teve quando Sidious o levou lá anos atrás.

Assim como fez em Star Wars: Darth Maul nº 2, de 2017, Maul pega um punhado de cinzas e as inspira. “Vamos ver o que o lado sombrio tem para lhe mostrar”, diz Sidious enquanto observa seu aprendiz.

Veja também  RoboDoc – Documentário vai mostrar bastidores de Robocop

No entanto, nem mesmo Maul, que foi treinado desde que era criança para derrubar a Ordem Jedi, estava preparado para o que vê.

No começo de sua visão, Maul recebe um pedido de ajuda de um jovem Dathomiriano Zabrak. “Mestre Jedi, precisamos da sua ajuda!”

 

visão Darth Maul

Em vez de sua túnica preta, vemos Maul usando os tons de marrom e branco, vestimentas da Ordem Jedi. Quando ele liga seu sabre de luz duplo, ele brilha em azul ao invés de vermelho. No entanto, enquanto Maul duvida que isso seja o que ele deveria ver, sua sede de sangue o leva a matar um Rancor e atacar a cidade em sua visão.

Enquanto estava com os outros Zabraks que ele acabou de salvar, Maul percebe seu verdadeiro caminho.

“Eu não sou um Jedi”, ele afirma em seu monólogo interior. “Eu sou a destruição deles!”

Ele então começa a abater todo o clã e, vestindo sua túnica preta e seu sabre de luz vermelho mais uma vez, ele dá um golpe final para matar a criança que, momentos antes, implorou pela sua ajuda.

Apesar de não mudar o destino final do personagem, a história reafirma que Maul é uma criatura movida a pura raiva. Ele não é um Jedi, como a história afirma, e ele também não é um Sith, como foi mostrado em The Clone Wars, ele era algo próprio.

Darth Maul era uma criatura de ódio em todos os momentos de sua vida, incluindo seus últimos segundos em Star Wars: Rebels. Uma cena que é honestamente uma das mais bonitas e toda a saga.